Evangelho segundo S. Mateus (7, 7-11;21-28)

Domingo I Quaresma, 21 Fevereiro

Primeiro. Coloque-se diante da presença de Deus, com uma breve oração. Invoque o Espírito Santo e deixe-se guiar durante o tempo deste exercício espiritual. Leia a leitura correspondente ao dia, se possível em voz alta, devagar e atendendo às palavras.

Segundo. Perceba o que Deus lhe quer dizer. Sublinhe ou escreva algumas palavras ou frases da passagem bíblica lida e que tenham ecoado no seu coração. Repita as mesmas palavras ou frases, como se as tivesse a decorar.

Terceiro. Dirija algumas palavras a Deus a partir dos temas ou dos acontecimentos que o momento anterior trouxe ao coração. Fale a Deus da sua vida, das pessoas e dos afazeres, das alegrias e das tristezas segundo o que a palavra de Deus lhe suscita na alma. Ou em silêncio faça companhia a Jesus.

Quarto. Parta do que Deus Lhe disse e do que o seu coração disse a Deus e estabeleça uma meta ou retire um propósito que traduza em acção o que Deus lhe inspirou neste tempo de oração.

Por fim, agradeça a Deus todos os bens da sua vida, renove a disposição para lutar pela Santidade e confie à Mãe do Céu as súplicas que traz na sua alma.

Mt 7, 7-11;21-28

7«Pedi, e ser-vos-á dado; procurai, e encontrareis; batei, e hão-de abrir-vos. 8Pois, quem pede, recebe; e quem procura, encontra; e ao que bate, hão-de abrir. 9Qual de vós, se o seu filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? 10Ou, se lhe pedir peixe, lhe dará uma serpente? 11Ora bem, se vós, sendo maus, sabeis dar coisas boas aos vossos filhos, quanto mais o vosso Pai que está no Céu dará coisas boas àqueles que lhas pedirem.»
21«Nem todo o que me diz: ‘Senhor, Senhor’ entrará no Reino do Céu, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que está no Céu.
22*Muitos me dirão naquele dia: ‘Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizámos, em teu nome que expulsámos os demónios e em teu nome que fizemos muitos milagres?’ 23E, então, dir-lhes-ei: ‘Nunca vos conheci; afastai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.’»
24«Todo aquele que escuta estas minhas palavras e as põe em prática é como o homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha. 25Caiu a chuva, engrossaram os rios, sopraram os ventos contra aquela casa; mas não caiu, porque estava fundada sobre a rocha.
26Porém, todo aquele que escuta estas minhas palavras e não as põe em prática poderá comparar-se ao insensato que edificou a sua casa sobre a areia. 27Caiu a chuva, engrossaram os rios, sopraram os ventos contra aquela casa; ela desmoronou-se, e grande foi a sua ruína.»